Comece com um "por quê" - por Luiza Tomasuolo

Atualizado: 4 de Jun de 2019

"Quando sair desse emprego convencional, vou ter a liberdade que sempre sonhei, vou viver a vida que sempre quis e finalmente ser feliz?"

Esse era meu único e motivador pensamento quando pensava em pedir demissão. Esse era meu foco. E lá fui eu. Os primeiros dias foram estranhos, não tinha ninguém pra me dizer o que fazer e que pegasse no meu pé para que eu cumprisse a programação do dia.


Confesso que levei um tempo para me dar conta que apenas pedir demissão não seria o suficiente pra me dar aquele gás que eu precisava para viver a vida dos meus sonhos.


Continuei com meu trabalho, principalmente como designer, onde meu lema era: "topa tudo por dinheiro", qualquer coisa que aparecesse, eu aceitava e fazia naquele esquema fast job: as mesmas entregas, sempre da forma que o cliente pedia, sem fogos de artifício. Um trabalho normal, como fazia na agência.


Um dia, de madrugada, fui entrando em vários sites de alguns americanos que faziam o mesmo que eu, só que com uma diferença: todo o trabalho feito era mostrado orgulhosamente em suas páginas, e cada um tinha uma história diferente, pessoas comentando e felizes com o resultado. Pessoas que tiveram suas vidas transformadas (mesmo que um pouquinho) por aquele trabalho. Me dei conta que elas faziam o mesmo que eu, só que de forma diferente.


Naquele dia a Realize começou a nascer, minha agência de comunicação e design, onde atendo principalmente mulheres empreendedoras em transição de carreira. Naquele dia nem dormi direito, quando fechava os olhos via cores, fontes e estampas que gostaria de usar na minha marca.


Em menos de uma semana estava no ar. E eu finalmente tinha encontrado o poder sutil do PROPÓSITO. Era o mesmo trabalho, feito de forma diferente. Eu estava diferente.

Pode ser que amanhã meu trabalho mude, que eu não faça mais identidade visual, nem dê mais consultorias de comunicação. Mas o meu propósito de sempre acrescentar algo na vida das pessoas, esse eu tenho certeza que não mudará: ouvir alguém, dar um conselho, fazer algo que está fora do script, ir além do "fast job", isso transforma.


Hoje entendo que não trabalho apenas como publicitária. Era essa visão deturpada que me fazia sentir vazia, sem um sentido. Somos seres único, e cada conexão é uma oportunidade de aprender e de servir.


Se está pensando em mudar de carreira, em finalmente ter sua liberdade e ser feliz trabalhando, a minha dica é: comece com um "por quê".


Não importa se você vai pintar paredes, fazer eventos, fazer faxinas ou trabalhar criando marcas, entenda que o seu trabalho tem o poder de transformar vidas. Estar presente tem esse poder. Independente do trabalho, seu propósito é ser feliz e transbordar a ponto de contagiar outras pessoas.


Comece por aí.


Luiza Tomasuolo - CEO da Realize Studio de Comunicação

www.realizestudio.com.br


#proposito #vivadoseuproposito #negocios #empreendedorismo #sucesso #assessoriadecarreira #transicaodecarreira

Siga-nos nas redes sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn